terça-feira, 2 de julho de 2013

O plano B - agora vai!

Essa manhã fui na consulta com a médica obstetra que, teoricamente, será meu plano B.

Não sei se já escrevi aqui detalhadamente sobre isso (oi, amnésia e lerdeza gravídica), então vou falar de novo: a Casa de Parto pede que eu tenha um pré-natal também com um GO, porque lá só tem enfermeiras e obstetrizes. Pro caso de precisar de um exame que só o médico pode pedir, alguma outra avaliação e um acompanhamento mais completo também. Ok, super entendo e acho que é isso mesmo, agora vamos às minhas questões.
Primeira coisa: eu não tenho plano de saúde há quase um ano; e não, não vou fazer um por agora.
Segunda coisa: é fundamental, pra mim, que o GO seja completamente pró-humanização, que respeite a fisiologia do parto, o tempo de cada mulher e de cada bebê e que não me enquadre em rotinas e números. Nesse ponto eu sou taxativa: sem meio termo, eu não quero contar com a sorte!

Em fevereiro, fui conhecer a Dra. Catia Chuba, uma médica antroposófica ótima, linda, simpática, com a pele tudo de bom. Amei muito, óbvio! Me consultei normal, conversamos muito e fiquei de voltar quando recebesse o positivo. O positivo chegou no mesmo dia em que ela embarcou numa viagem internacional. Com a ausência dela e a minha vontade de começar já um pré-natal, fui conhecer a Casa Angela e por lá fiquei. Quando a Catia voltou, antes de me consultar com ela, resolvi perguntar se ela estaria disponível na minha DPP. E ela disse que não. À essa altura eu já tinha feito mil planos, e saber que ela não estaria disponível me deixou bem chateada.
Conversei com a minha doula e ela me acalmou, dizendo que ainda tínhamos muito tempo e que conseguiríamos um médico ótimo pra mim. Então, fiquei esses três meses sem médico e tudo bem - eu sabia que ia aparecer na hora certa.
A Camila, minha EO, vendo que eu queria profissionais bem específicos, me indicou alguns nomes, e eu pesquisei a "reputação" de todos com a doula, rs. Dentre esses nomes, estava um, de uma profissional que eu já tinha ouvido falar muito bem, mas que, por falta de informação mesmo, não me lembrei antes: Betina Bittar. A Isa me confirmou que ela é mesmo uma linda e tudo de ótimo, e lá fui eu, marcar a consulta. Só consegui uma vaga pra quase um mês depois. E o dia foi hoje.

Um frio danado, uma garoa fina chegando com um ventinho e lá fomos nós, marido, Bolota e eu rumo à consulta com ela. Chegamos na hora exata. Uma vilazinha linda já me deixou previamente apaixonada. A casa onde é o consultório, muito aconchegante: tapetes fofinhos, sofá e futtons no chão e lanterna japonesa - tudo isso é a sala de espera. Sala essa que eu nem usufruí, pois antes mesmo que eu me sentasse, a própria Betina apareceu, nos deu um abraço e disse que já ia nos atender - era só o tempo da secretária fazer a minha ficha. Subindo pro consultório, mais uma dose de lindeza: o lugar é muito lindo, gente! Tem cantinho pra criança, com uma almofadas coloridas lindas, tem tapete muito fofo embaixo da mesa (e ela anda só de meia pelo ambiente, morri de amor), tem objetos de decoração lindos e livros de homeopatia. Pra resumir, tem um clima de paz. E me diz, do que mais uma gestante precisa?

Ela tem uma voz calma e sorri com olhos. Não costumo ver muitas pessoas por aí que sorriem com os olhos. Conversamos, contei que já estou em pré-natal na Casa, mostrei todos os exames. Ela disse que estamos ótimos, baby e eu. Pediu mesmo pra eu repetir o exame de glicose, em outro laboratório, pois ela já teve casos de resultados alterados nesse laboratório, e disse que caso eu precise fazer mesmo o exame pra ver a questão da diabetes gestacional, vai ser outro "menos pior" que o da curva glicêmica.
Acho que a médica do ultrassom me falou as semanas errado da primeira vez, porque vou entrar na 13° no final dessa, e não hoje, como achei. Mas, definitivamente, não tô ligando muito pra isso, não. Hoje ou amanhã, não importa. Importa é que Bolota e eu estejamos bem e saudáveis. Fim.
Ela me liberou do repouso, suspendeu o ácido fólico e disse que posso voltar pro yoga, yes!
E me deu já um guia pro morfológico do segundo trimestre, porque vou intercalar as consultas com ela e com a Casa, então só voltarei em setembro. "Mas vai demorar tudo isso pra eu saber o sexo do bebê?", haha mãe ansiosa, a gente vê por aqui. Ela perguntou se eu queria outra guia pra antes, mas eu não quis e marido muito menos. Se eu quiser saber antes, peço lá na Casa e tá tudo certo.

Outra novidade: parece que meu peso diminuiu do mês passado pra esse. "O queee? Mas como assim? Comendo tanto e ainda de repouso, como conseguiu essa proeza?", alguns perguntam, incrédulos (lê-se: eu)! Vamos reformular a frase, então: eu detesto ter que me pesar com muita roupa! Lá na Casa Angela, essa é uma coisa que eu não gosto: a balança é no corredor, ou seja, sem chance de pesar com pouca - ou nenhuma - roupa. Hoje, mesmo com a minha blusa bem grossinha (só tirei a parte de baixo pra ser examinada, por causa do frio), meu peso tá lindo, leve e solto, igual ao primeiro mês que me consultei na Casa, acho. Ou seja: mais um motivo pra eu não me preocupar com a quantidade que estou comendo. Tudo indo pro seu devido lugar!

E é isso! Continuarei passando com ela, até o final. Lá pro fim do ano, eu sei que eu vou saber se chuto o balde, transformo o plano B em plano A e fico só com ela, ou se fico na Casa mesmo e a deixo de sobreaviso para qualquer eventualidade. Por enquanto, estou apenas curtindo a calma que senti quando saí de lá. Eu estava mesmo precisando dessa segurança e dessa paz!

tô tão zen... parece até que vi o mar. 
Foto: Rodrigo Zapico; arquivo pessoal.

No mais, é aquele velho lema que eu sempre tento colocar em prática: Confie, na hora certa, tudo se acerta!
(tem funcionado - então eu recomendo!)

7 comentários:

  1. Verdade Mari, sou a prova viva disso, na hora certa tudo se acerta =)
    Muito feliz por vc ter encontrado essa anja de GO, deu para sentir o quanto ela é amável só pelo seu post.
    Nossa que foto linda!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :))

      Também fiquei bem feliz, Má!
      Tô confiante que estou em boas mãos, rs...

      A foto é de um ensaio que fiz em Porto Seguro, linda mesmo! ^^

      Beijinhos!

      Excluir
  2. Nossa, que bom ler um texto tão feliz assim! Tão calmo, agradável, ... feliz... sabe? Tranquilo.. feliz...
    Nada como o equilíbrio...

    Que bom que as suas escolhas estão parecendo muito acertadas! Muito mesmo!
    Estou começando a ficar com inveja do seu parto, do seu planejamento... quando eu estiver grávida do segundo vou querer tudo isso aí!!!!
    =)

    Excelente.

    Muito bom querida, muito bom!!!

    Beijos grandes!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô bem assim mesmo, Dani: feliz e tranquila. Você captou direitinho, rs...

      mas ó, não precisa ficar com inveja, hahahaha
      daqui a pouco vem segundinho e você vai arrasar, eu sei que vai!
      E qualquer coisa pode me chamar que eu te ajudo ^^

      Eu tô nesse planejamento há uns bons anos já... e claro que não está tudo às mil maravilhas, a parte financeira taí pra não me deixar esquecer disso. Mas são escolhas, né? Invisto aqui e corto ali, haushausa

      Obrigado pelo carinho sempre, querida!!

      Beijos!

      Excluir
  3. Essa tranquilidade não tem preço, né?!
    Você, tão bem amparada nos planos A e B, pode só ficar em paz esperando as coisas acontecerem e darem certo - coisa ótima!!!!

    Aproveita a calmaria interna e curte bastante a bolota!!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma benção mesmo, Gabi! :D
      e eu sou uma pessoa meio ansiosa, sabe? Ver as coisas se ajeitando assim dá uma paz danada!

      tô lendo tudinho lá, hein!! muito bom saber de vocês!

      Beijinho!!

      Excluir
  4. Nossa Marina aqui no fim do mundo não temos nada disso, mal temos GO imagina uma casa para cuidar de grávidas, interiorrr é isso né?!?!

    E bem legal saber que está dando tudo certo, que vc tem encontrado profissionais bons para cuidar de você !!

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)