sexta-feira, 5 de julho de 2013

Sobre nomes de filho: preciso desabafar.

Post desabafo (e grande). Contém palavrões e mal criação. Conteúdo este que não se destina azmigas da blogosfera. Apenas preciso escrever o que eu tinha vontade de despejar na cara da sociedade, mas por motivo de lerdeza gravídica, não o fiz (ainda).

Muito antes de eu ser tentante, já penso em que nome dar ao meu filho ou filha.
Depois que casei, passei a partilhar isso, de vez em quando, com o marido, já que também é assunto dele, né?! Nunca pensei exatamente se teria um menino ou uma menina primeiro, sério. Queria já ter previamente um nome de cada, por via das dúvidas.

Por algum tempo, há mais de um ano atrás, disse que se tivesse um filho, seria Miguel. Eu amo esse nome. Nome de anjo. Já temos Rafael na família (meu irmão) e Gabriel (primo). Só faltava Miguel (só uma gracinha, gente, o motivo de gostar do nome não é esse). Eu não acompanhava o mundo materno com afinco ainda - e não me lembro agora de muitas blogueiras que acompanhava na época com filho Miguel. Mas daí ano passado o Baby Center me solta essa bomba: Miguel foi o nome MAIS registrado em 2012. Broxei. Nunca quis filho com nome que todo mundo tem. Pelo menos não em primeiro lugar da lista. Marido também não gostou da novidade. Depois de um tempo, uma prima minha (de segundo grau, mas aqui é primo até perder de vista na árvore genealógica) ficou grávida, era um menino e... o nome dele era Miguel. Poxa vida, agora é que não daria certo mesmo, jamais. A regra número um para escolha do nome, pra nós, é: não pode ter alguém na família com o mesmo nome. Fim. (e a parte mais triste de TODAS é que o Miguel da minha prima faleceu ainda na barriga, quando ela já estava sentindo as primeiras contrações. Muita tristeza mesmo). Depois, decidi que seria Bento. Tava tudo certo na minha cabeça, mas daí fui trabalhar temporariamente com a mãe do Bento. Não é família, mas foi perto o suficiente para eu não me sentir mais tão à vontade com isso. Marido diz que não teria problema, mas de tanto eu falar, agora quem não quer é ele, de jeito nenhum. E aí eu engravidei... e ficamos sem um nome para menino. E até agora, quando conversamos, não chegamos a um consenso. Parece que nada agrada. Eu sugeri um esses dias, mas marido ainda tá refletindo, então não sei de nada, ó céus!

Com menina, não sei se estava mais fácil ou mais difícil. Já gostei de muitos nomes, há um tempo atrás, mas fui desgostando com o passar dos dias. Ou isso, ou então descobria que, mesmo sendo um nome bonito, não era aquele o nome da minha futura filha, caso eu a tivesse. Um dia, pouco antes de eu engravidar, marido e eu falávamos disso e, não me lembro mesmo como foi, só sei que chegamos em: Valentina. Se eu não me engano, foi até ele que sugeriu. Vimos o significado e amamos! Nome forte, gosto disso e soava muito bem aos nossos ouvidos. Meus únicos dois poréns eram: achava um nome "grande" e não queria (não quero ainda) que a chamem de Val, de jeito nenhum. Mas isso nem são problemas, né? Depois, falei pra minha mãe e ela a-m-o-u o nome, simplesmente.

Pouquíssimos dias depois, eu tinha um positivo em mãos e a certeza: se for menina, vai se chamar Valentina. À medida que fui dando a notícia da gravidez, era inevitável a pergunta "e o nome? Já pensaram nisso?" (detalhe, Bolota ainda era, literalmente, uma bolota e o povo já perguntando isso). E eu falava "se for menina, vai ser Valentina". Eu estava radiante e queria que todo mundo soubesse. E para a minha triste surpresa, algumas frases começaram a chegar aos meus ouvidos.
"É um nome lindo, mas será que não vai sofrer muito bullying na escola?"
"Ela vai virar "Valentona" na escola, pensa bem se é um bom nome"
"Você tem que pensar que na escola qualquer coisa já é motivo pra zoação, e com esse nome, tadinha"
"Ah, Valentina traca-tapa"
"Nossa, mas será que vai ser muito valente? Querendo responder mal os pais, bater em todo mundo?"
"Corajosa você, em colocar um nome assim tão diferente"

Sentiram? Imagina eu.
Fiquei triste, arrasada. De verdade. Ainda mais agora que tudo é motivo pra eu chorar: da chuva que cai à notícia triste no jornal. Pensei em desistir dessa merda de vida e fugir pras montanhas, onde não teria ninguém inconveniente e chato pra nos atazanar. Ou pro Tibet. Ou pra Marte. Poucas pessoas não falaram nada assim. Fora o Cleber, acho que só mesmo minha mãe, uma prima minha de Minas e mais um ou dois gatos pingados. De resto, todo mundo tinha algo a dizer.

Mas pera lá. A gravidez traz consigo uma lentidão, então eu vou perguntar, só pra tirar a dúvida: por acaso eu perguntei a opinião de alguém? Eu perguntei "o que você acha de tal nome?". Sinceramente, não me lembro de sair tal indagação da minha boca em nenhum momento. Vamos pensar um pouquinho... Ahhh, deve ser porque não saiu mesmo. E vamos ser lógicos: se eu não pedi uma opinião, pressupõem-se que eu NÃO queira saber qual é a sua. Ou que NÃO me interessa se você acha bonito ou feio, eu apenas comuniquei qual a minha decisão. Eu não quero saber se você colocaria ou não esse nome num filho seu, ou o que faria no meu lugar. Muito menos quero a sua preocupação com o futuro escolar da minha cria. E se eu e o pai dela nem quisermos escolarizá-la? E se decidirmos ser nômades? Entendeu bem? Quer que a tia desenhe pra você? Com lápis de cor, pra ficar melhor?

Será que essas pessoas acham que, dando as sua mais "sincera e bem-intencionada" opinião, vão me fazer mudar de ideia, como se eu estivesse prestes a cometer o mais temível dos atos?
Será que acham vou ajoelhar aos seus pés e agradecer por salvar a minha filha da ruína?
Será que acham que o ser gestante é incapaz de tomar alguma decisão sensata, e querem logo evitar a catástrofe?
Será que viraram esquizofrênicos e ouvem MESMO que eu perguntei qual é a opinião deles a respeito do nome do bebê?
Será que querem logo um tamagotchi?

Perguntas sem respostas, minhas amigas, que pairam aqui na minha mente.
É difudê mesmo com a paciência da pessoa, vô te contar, viu!
Como diria minha amiga Romana: quando a grávida fala o nome do bebê, APENAS AME. Esse é o seu papel. Cumpra-o bem e será recompensado no final. Como? Você não receberá um olhar fuzilante, ou sairá vivo da conversa. Quer recompensa melhor que essa?

Mas, pensando no que as pessoas me disseram, temendo que minha filha seja humilhada em praça pública por causa do nome, vamos refletir um pouquinho duas coisas.

1) Eu sou uma pessoa calma na maior parte do tempo. Mas, em contrapartida, também posso ser revoltada. Nível: estratosférico. Nunca bati em ninguém, nem nunca me envolvi em brigas na escola, mas posso ser bem revoltada de outros jeitos. Só um dia, quando eu tinha uns 5 anos, um amigo do meu irmão encheu TANTO a minha paciência que eu corri atrás dele, não me lembro como ele caiu no chão e... eu pisei nele (nem foi sapatear em cima dele, só com um pé mesmo). Com uma Melissa que tinha bolinhas no salto, porque sou phyna. SÓ. Nunca mais ele olhou pra mim e fomos felizes para sempre. Na escola, eu era bem séria, então acho que as pessoas não iam ousar mesmo mexer comigo - e saibam que eu era MUITO descabelada, tipo: muito mesmo, sem explicação. Poderia ser um motivo pra ser zoada, mas por algum motivo suspeito, nunca fui. Lá pela sétima série, um dia acertaram um bolinha de papel em mim, numa dessas guerras que rolavam, e eu APENAS virei pra trás, sem dizer uma única palavra e os meninos: "Ou, Marina, desculpa aê, desculpa aê. Não vai acontecer de novo, desculpaê".

2) A Bolota vai ser do signo de Capricórnio. Dizem que são pessoas de temperamento forte, não sei. Não estou preocupada com isso.

Juntando esses dois fatos que contei, vocês acham mesmo que filha minha sofre dentro da escola? Eu vou responder: não por isso!
E é o que eu respondo agora: "Não tenho medo, não, com uma mãe dessas, não importa o nome, ela vai ser mesmo muito valente", ou "sim, mas vai ser valente mesmo". Mas tinha vontade mesmo era de falar "vai ser valente mesmo, e você que é mal educado?". E outra: de onde tiraram que nome determina tanto assim a pessoa? Eu sei que todo mundo tem um história semelhante, mas também diziam que manga com leite faz mal, né...

Aliás, não importa nome, tipo físico, cor, religião, opção sexual ou estilo: nada disso justifica falta de respeito. Seja na escola ou em qualquer lugar. E RESPEITO a gente aprende na infância, desde sempre. Não posso escolher um nome pensando em "proteger" minha filha de colegas que não sabem respeitar a diferença. Isso é problemas deles, e não nosso. Motivos sempre vão arrumar, independente do que eu faça, do que eu escolha, ou do que os meus filhos falem, por exemplo. A minha preocupação está em passar princípios pra eles, acima de tudo. Exemplo é fundamental.
E imagina se um dia minha filha souber que não coloquei tal nome nela por MEDO do que os outros iam dizer? Isso é exemplo onde?

As pessoas querem transferir pra mim e pra minha filha um problema que não tem nada a ver conosco: falta de capacidade de lidar com a escolha alheia, com o diferente, entre tantas outras coisas. Isso eu não aceito.
Façam suas terapias, deitem na BR ou resolvam-se como puder
Agora querer projetar em nós um problema que é seu? Nem aqui, nem em Marte.


Acho que queria escrever mais, mas já tô puta da vida com esse assunto. Então,
uma imagem zen, porque não posso mesmo ficar nervosa. Foca na yoga, foca na yoga.
se não resolver, depois eu volto pra falar mais.
e obrigado por ainda me amarem e me aguentarem. Beijo, todo mundo.

30 comentários:

  1. Uma amiga tem uma Valentina, Vale é como nos a chamamos...e eu acho o nome uma graça.
    Sabe qual foi a minha solução pra isso, inventei nomes. Como as pessoas julgam a minha ideia de só escolher o nome na hora, quando me perguntam digo que se for menino vai ser Milorde e se for menina será Mileyde, assim quando as pessoas falam besteira, não me ofende...
    Só assim pra não se estressar com essa gente intrometida...deixa falar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahaha adorei os nomes!!! hahahahahahaha excelente ideia de falar isso até o dia de registrar a criança!!! Adorei! hahahahaha (me mijando de rir no trabalho)

      Excluir
    2. HAHAHHAHAHHAHA Ameeei a sua resposta, Mari, posso copiar?
      hahaha Demais mesmo! Tô igual a Dani, rindo muito aqui!

      Vale, que legal esse apelido, hehe gostei!

      Obrigado mesmo pela força! Tô bem mais calma depois dessa explosão de texto, haha

      Beijão!

      Excluir
    3. Amei o desabafo... Só não escrevo um bem semelhante pq estou com preguiça de grávida.
      Escolhi chamar minha filha de Aurora, e ja ouvi todo tipo de desrespeito a mimha opinião de mãe, ja ouvi de tudo e de todo mundo, não tem uma pessoa sequer na família que não tenha falado uma atrocidade, incluindo o pai dela. #revoltada #chateada #triste

      Excluir
  2. Ai Mari, tbm fico muito puta com as pessoas sem educação, sem noção nenhuma que ficam palpitando no nome dos filhos alheios!
    Concordo plenamente com a Romana, apenas ame o nome da criança, foi você quem perguntou e não a mãe quem foi te contar pedindo opinião, ai fico muito brava com isso.
    Amei seu post.
    Valentina é um nome muito lindo, uma excelente escolha, tenho certeza absoluta que ela irá adorar este nome e terá muito orgulho dos pais que escolheram este nome para ela!
    Sei que é difícil, mas liga para esse povo não!!!
    E não vá para as montanhas do Tibet não =( , só se tiver internet lá...rsrs
    Acho que é a Valentina que está aí na sua barriga =D
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Má, é difícil não é?
      Ainda mais quando são as pessoas mais próximas, porque daí toda vez que te veem, tem alguma coisa pra falar. Complicado, mas agora tô relevando...

      Obrigado pelo elogio! Mesmo sendo mal criada no post você gostou? Achei que ia assustar vocês, hahaha
      Obrigado mesmo pelo carinho!

      Aii, você disse que é a Valentina, muita chance de ser, então! ;)

      Beijão!

      Excluir
  3. Má eu adoro o nome e cogitei colocar na minha filha, a minha sobrinha tem uma amiguinha do ballet com esse nome e ela ñ sofre bullyng e todos a chamam pelo nome, sem abreviações!

    Eu tb sofri pq minha sogra quer que eu coloque Lorenzo para combinar com uma futura Lorena, sim pq ela já sabe que será menino, e falou tanto que até meus sobrinhos ficam pedindo para eu mudar o nome do filho, mas já falei pro marido ou é Enzo ou escolheremos outro nada a ver com isso, ñ tenho nada contra o nome que ela escolheu, mas ñ é o que eu escolhi pro meu filho entende?!?!

    E ñ fuja pro tibet não, estamos todas juntas nessa!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzy, muito obrigado mesmo pela força!
      Eu realmente não sei de onde as pessoas tiraram isso da criança sofrer na escola. Como se fosse o nome mais exótico do mundo todo, sabe? Tipo coisa de outro mundo! Poxa!
      Mas já tô decidida, agora com o apoio de vocês, tô mais tranquila ainda ^^

      e nossa, que chato a sua sogra já ter "decidido" o nome do seu filho, e que é menino. Te entendo total! A escolha do nome acho que só cabe aos pais mesmo. Força aí também ^^

      Ok, não fugirei pro Tibet, haha

      Beijo beijo!

      Excluir
  4. Ai, Má... técnica do "sorri e acena", sabe?! Deixa o povo falar, mas não dá bola, não!
    Gente sem respeito assim não merece tirar gravidinha do sério...ou melhor, Bolota não merece mamãe irritada por causa de gente assim! Humpf!

    Valentina é normal no Chile e comecei a gostar quando cheguei aqui! Aqui elas são chamadas de Vale..
    Acho lindo, forte...e, definitivamente, não acho que nome influencia na personalidade!!! Quem faz isso é a educação e os exemplos que a cria recebe!
    Fora que acho valentia uma bela característica pra se ter....eu que não quero filho "covarde".... (uma boa resposta pra esse povo sem noção! hahahhaha)

    Beijo e foca na yoga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô adotando, Gabi! Tive que adotar, pra manter a calma minha e da Bolota. Ela não merece mesmo sentir esse stress... Tipo "cara de alface", sabe? haha tô aprendendo!

      Obrigado mesmo pelo apoio!
      Eu gostei de Vale, hehe vamos ver como fica depois.
      Com certeza, eu quero mesmo é que seja muito valente ^^

      Beijinho nosso em vocês!

      Excluir
  5. Chuchu, dê aqui um abraço de urso!!!!

    Nossa, vc ficou irritada mesmo (com toda razão), pq nunca vi um texto desse "nível" seu, com tanta fúria.
    Mas, né? Quem não haveria de ficar, com tanta gente se intrometendo na escolha do nome do seu filho (ou da sua filha)???
    Pelamordedeus, eu ia fazer um tipo de comentário, falando que não era para vc ligar, que o nome da sua filha quem deve escolher é o pai e a mãe, que isso e que aquilo, mas quando vi o texto todo, me caiu a ficha de que vc está puta com o que falam, mas não vai mudar de opinião!!! Acho isso ótimo!!!!!!
    Então, eu mudo o rumo da minha prosa: é issaê!!!! É issaê!!!! Não muda o nome da Valentina, não, até pq eu acho este nome LINDO! LINDO! LINDO!!!!!!
    E seria o da minha segunda baby, se combinasse com LAURA hehehehehehe... é que eu pensei, quando penso na Valentina para ser irmã da Laura, que o nome Laura é tão curtinho e simples e Valentina é um nome maior e beeeem forte, que eu acho lindo! Mas não combina com Laura.
    Só isso, pois, de resto, seria o nome da minha segunda filha!

    Continue com sua obstinação e sua educação. Não ligue para o que os outros falam, não!! Valentina é lindo.

    Mesmo se vc quisesse um nome que eu não gosto, eu jamais falaria qualquer coisa (mas não elogiaria tbm, é claro), pq o direito de nomear um filho é estritamente do pai e da mãe.

    E eu, que queria minha segunda filha com nomes assim:
    1) Margarida
    2) Madalena
    3) Valentina
    4) Antônia
    ...

    Pense se eu fosse me importar cm opiniões....

    Beijos grandes, querida, fique bem! E foca na yoga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, muito obrigado por esse comentário lindo, amiga! Obrigado mesmo!

      Que vergonha que eu fiquei depois, de tanta fúria num texto só, rs. Mas eu precisava desabafar assim bem desabafado pra tirar isso de mim, de vez! Ainda bem que vocês me entendem... E pros outros eu só sorrio e disfarço, né... enfim.

      Nossa, e é tanta gente falando, e nunca só uma vez, sabe? A mesma pessoa falando mil vezes a mesma coisa, sempre que o assunto é esse, hunf!
      Cansei disso. Tô tentando adotar a cara de alface pra todo mundo, haha

      Num momento de loucura, até cogitei pensar em outro nome, mas passou logo. Acho que iam inventar coisa pra todo nome que eu dissesse, ou outra coisa. Né?

      Ahh, que legal que você gosta de Valentina e pensou em colocar numa futura irmã da Laura. Entendo que você queira nomes que combinem entre si, será que vou pensar nisso também?

      Ahh, lindos os nomes que você pensa em colocar! Ainda pensa?
      Acho lindo mesmo!

      As pessoas que se resolvam, né?

      Ufa, ficou um post!
      Obrigado, de novo!

      Beijo beijo!

      Excluir
  6. Eu colocaria fácil fácil! você nao sabe o quanto sofro por ter escolhido Anthony a começar pela sogra que chama de Toninho! mas sempre vem alguém pra discordar o que importa é você ter certeza da sua decisão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Jacky, obrigado!
      Ainda bem que eu tenho vocês aqui, que me entendem mesmo quando eu sou revoltada, hahaha

      Por que será que sempre invetam apelidos, e que ainda por cima não nos agradam, né? Aff...

      Sigamos com nossas escolhas. Força pra nós! rs

      Beijão!

      Excluir
  7. Valentina é simplesmente LINDO!!! Aqui em casa já até rolou essa possibilidade também. A filha de uma colega de faculdade se chama Valentyne, e sem problemas com os amiguinhos...Quem tem que gostar dos nomes são vocês, os pais...e deixa o povo falar...aqui estamos passando por algo parecido com os nomes de menino. O que escolhemos é meio "exótico" e algumas pessoas já olharam de cara feia....

    Nesse momento a gente tem que ser meio egoísta mesmo, e pensar só na gente....eita povinho viu!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho um nome lindo, Tita! Acho que o povo é que inventa qualquer motivo pra dizer alguma coisa, né!? Enfim, deixemos eles pra lá, hehe

      Fiquei curiosa: qual nome de menino tão pensando? hihi ^^
      Se vocês gostam, acham que combina com o bebê, vão fundo mesmo! Super apoio! :D

      Obrigado pelo carinho!
      Beijão!

      Excluir
  8. Cara, eu me chamo Morgana. hahaha
    Na época da escolinha eu ouvia muito "é o nome da bruxa do castelo ra-tim-bum" e nunca sofri, nem morri por isso. Hoje em dia acho lindo, é um nome forte, que combina muito com a personalidade da dona. - bruxa, rá!
    hahaha

    As pessoas são loucas e adoram se meter em tudo. Metade olha para mim e fala "owwnn, seis meses e a barriguinha ta pequenininha ainda", a outra metade fala "gente, tem certeza que é só um? a barriga ta enorme"
    Oi? Depois gestante que é louca né...

    Valentina é um nome lindo, se for menina, coloca na sua filha, e sapateia na cara da sociedade! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha
      tem que ser bem resolvida mesmo, com certeza! :D
      Acho que o legal é isso: não importa o que digam, importa é a pessoa se sinta bem na própria pele, do jeito que é ^^ Né?!

      Nossa, não se decidem mesmo, se acham grande ou pequena, haha
      só pra gente ver que querem mesmo é falar, aff!

      Vou sambar na cara de todo mundo se for menina, hahahahaha
      Obrigado mesmo!

      Beijão!

      Excluir
  9. Primeiro: adoro o nome e não acho nada demais! Me falaram também isso do Bento: vai sofrer bullying por causa do Chico Bento! Vai sofrer bullying por causa do papa! Vai sofrer bullying porque eu não gosto do nome! Quer saber? Essas pessoas que vão começar a sofrer bullying, porque minha paciência tá acabando também. Hahaha!

    Segundo: morri de rir com as hipóteses pelas quais as pessoas se intrometem. Eu nunca vou entender esse povo, minha gente! Fica na sua e guarde sua opinião, né não? Se não for ajudar, não atrapalha!

    Tô te seguindo!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Loroca! Que legal você aqui ^^

      Adoro o nome, nunca pensei que tivesse problemas (e tantos) com ele. Mas tenho que aprender que as pessoas falam por qualquer que seja o motivo , ou inventam um!
      Ahh, Sou suspeita! Bento é lindo demais! Só não coloco mesmo porque tem um bem perto de mim, fico sem graça, hehehe

      Adorei o "eles é que vão começar a sofrer bullying" hahaaha tô quase assim também.

      Obrigado pelo comentário!

      Beijão!

      Excluir
  10. Ai menina este papo enche mesmo, eu que nem grávida to já tem gente (cunhada) que já palpitou mil vezes no nome, ou Enzo ou Raul... não eu não quero nenhum dos dois... meu marido já tem certeza do nome da menina Katherine, e o menino ele não tem definido, mas queria Jonhy, eu bati o pé e disse que não, não gostei mesmo, gostei de Nicolas, e ele gostou... mas já decidimos os nomes são nossos, os filhos são nossos, e todo mundo tbm olha torto quando falamos que quando tivermos uma menina será Katherine, acham diferente, grande, isto e aquilo, e eu estou nem ai, meu marido já falou que ele é quem registra, então tenho que tentar não contrária-lo senão ele coloca o que quiser...rsss

    Adorei Valentina, eu acho um nome forte, e o melhor ela não vai estudar com 5 meninas com o mesmo nome.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ai, esse nome é lindo demais! era um dos meus escolhidos, mas ouvi tanta gente zoando tipo: Valentina?! vai botar o apelido de VAL? TINA? VALENTONA... ¬¬

    Acabei cortando da lista só porque já tinha muitos nomes, mas é lindo e forte, também tô achando que é a Valentina que tá aí!

    Detalhe que eu também era MUITO descabelada, tipo: muito mesmo! hahahha Mas ao contrário de você eu era brigona! hahahha

    Bj pra você e pra bolota <3

    ResponderExcluir
  12. Olha eu aqui vindo assinar embaixo o post? Porque, né, já vomitei meu desabafo sobre o assunto também. Só tenho palavrões engatilhados pra quem tem SEMPRE opinião sobre o nome do filho alheio.
    E é tipo isso mesmo, Marina, o bebê ainda tá lá, se esforçando pra desenvolver os tocos de bracinhos, tocos de perninhas, e o povo: NHAIMMMMM! QUAL O NOME? QUAL O NOME? Parecem que tem medo de nascer sem nome. Porque também é tudo medo. Medo de buylling, medo do que vão dizer, medo do caralho a quatro. SOCORR!
    Quero mais é que se for Valentina, ela saaaaaaaaaambe na cara de todos esses mortais e desfile linda pela vida amando muito o nome que tem.

    Beijo, Mari revolts! hahahahaha \o/

    ResponderExcluir
  13. Marina, que texto é esse. Mas eu te entendo perfeitamente, porque já tenho nomes "pré-escolhidos" pros meus futuros filhos. O do menino já é "certo"(vai que na gravidez me dá uma loucura e eu troque né? hehe): Rudá. Eu e Andrei,depois de conversas, de listas de nomes (sim, l-i-s-t-a-s) nos apaixonamos por esse nome. É indígena, quer dizer amor e tem uma história linda. O que tu acha que eu já escutei do pessoal que ficou sabendo disso? Minha avó já disse que nao vai deixar fazer essa judiaria com a criança. Meu pai adora. Minha mãe achou terrível. Tem amigas que acharam o nome lindo, outros me olharam com cara de nojo. E eu? Eu não to nem aí pra ninguém, porque eu e o futuro pai gostamos, é o que importa. Não queremos um nome super comum, que tu chama na pracinha e olham umas 20 crianças. E outra, quem faz o nome é a pessoa. Tenho uma amiga que é Bartira. Já viu né, o tanto de comentário que já teve de ouvir. Mas ela nem liga, tem personalidade forte. Ela é única. Quem conhece ela nunca mais esquece. Por isso nem se importe com os outros.

    Sabe que minha afilhada é Valentina né? Quando minha amiga escolheu eu fiquei meio assim, porque já tinha um tanto de Valentina nascendo. Mas nunca falei nada pra ela. Depois que ela nasceu, entendemos o porquê do nome. Quer mais Valente que ela? 77 dias na UTI hehe o nome combinou certinho. E por conta de uma promessa (as primeiras 24 de vida da Valentina eram importantes, pois não sabiam se ela sobreviveria), então minha amiga disse que se ela sobrevivesse colocaria o nome Antônia, pois é devota de Santo Antônio. Eu acho lindo esse nome também. Toda galerinha metida já começou a falar que ela vai sofrer, que vai odiar os pais por causa desse nome (????), fora tantos outros absurdos. Eu já falei pra mamãe, não liga não. Ajudar, comprar um pacote de fralda, lavar e passar a roupa da neném ninguém quer, mas pra dar opinião tão sempre prontos. Ahh eu sou bem dessa opinião mesmo, se não for pra acrescentar em nada, nem abre a boca.
    E é isso aí, concordo contigo, cada um sabe de si, cada um sabe dos seus. Se tu e o pai gostam, pronto.E outra, sei o quão bem vocês vão criar o filho de vocês, não importa o nome que tenha, vai ser uma criança respeitosa e cheia de confiança em si mesma. Isso que importa.

    Desculpa o texto, mas é que eu tinha que desabafar também hehehe

    Beijoos

    ResponderExcluir
  14. Marina, nem sei como comentar nesse post...
    Até porque, escolher nome é uma responsabilidade que cabe somente aos pais.
    Eu, que ainda nem penso em engravidar por, pelo menos, uns 5 anos já tenho algumas ideias definidas na cabeça. Sempre preferi nomes clássicos, fortes (ex: Helena, Isabel, Leonor; Augusto, Maurício, Henrique). E, numa roda de amigas, citei alguns desses nomes... Pra quê, né? "Nome de velho", "Nossa, vai sofrer bullying", blá blá blá. Irrita mesmo a falta de noção das pessoas, né?

    Valentina é um nome LINDO!!!!!

    E ah, lembrei-me... quando minha mãe comunicou às irmãs que colocaria o meu nome de AndreZa e não AndreSSa, todas elas vieram com palpites para que ela trocasse (não só a grafia, mas de nome mesmo... fizeram até lista!!!). Resposta curta e grossa de mamãe: "Se você gosta tanto desses nomes, porque não engravida e coloca no SEU filho? Deixe que o nome da MINHA filha, eu escolho." E ninguém nunca mais deu palpite sobre. =p

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  15. Poxa, as pessoas não tem mesmo noção, querem tirar dos pais a alegria de escolher o nome do proprio filho sem ter que se aborrecer. E pra sofrer bullying qualquer um pode sofrer com qualquer nome! Criança arruma jeito de zoar a outra de qualquer jeito.

    Beijão

    Laura

    ResponderExcluir
  16. AAai, amiga, sei bem o que é isso! lá em casa, tá todo mundo dando palpite no nome do baby. na boa, sei q a intenção é boa, mas não quero meu filho sendo chamado de MArco, Eduardo, Ryan ou KCT a 4. Marido e eu estamos quase 100% felizes com Ian e se for esse mesmo, fuck it! o filho é nosso e nós decidimos! como a Romana falou: apenas ame. Se não gosta, guarde pra vc! Para menina, eu tinha vários nomes, mas veio um Motumbinho, então...paciência e olha! Nome de menino é muuuuito difícil para achar! Ainda mais no meu caso, com o sobrenome todo europeu! :-S Se vai ser Ian, ainda não sabemos, mas é quase certo que sim e se a pessoa não gostar, paciência. Sabe qual a técnica que estamos usando? Dizer que não sabemos ainda e vamos contar só depois que nascer e for registrado! hahaahah
    Bjoks
    PS: eu adoro Valetina! :-D
    Carol
    www.meuparasita.com

    ResponderExcluir
  17. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Desculpe Mari, sei que esta brava, mais chorei de rir!!!
    Primeiro me revolta demaaaaaaais o fato das pessoas colocarem o nome dos nossos filhos nos filhos deles SÓ porque vai chegar primeiro, já me roubaram um milhão de nomes....mais o ultimo que decidi foi meu Miguel e desse não abro mão, já disse que se minha irmã tiver outro filho e porventura colocar Miguel, teremos dois primos na mesma (mesminha) família com o mesmo nome porque não vou abrir mão!! hahaaaa sou muuuito possessiva
    Quanto a Bolota ser do signo de capricórnio SIM capricornianos tem personalidade muito forte (meu marido é....conheço bem a personalidade heheee) mais não acredito que o nome "voge" nisso.... as pessoas não respeitam a vontade alheia desde sempre néh?! morro mais não me conformo com isso afffff
    Sabe sinceramente acho que se vocês que SÃO OS PAIS querem, NINGUÉM mais no mundo tem a ver com isso....
    Acho VALENTINA simplesmente lindo!!!! Dou o maior apoio heheee
    Bjus e se acalme, não fique assim por quem não vale a pena!!!
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. OI Adorei seu blog,
    Adorei os nomes tbm.
    Quando engravidei também tinha escolhido o nome de Miguel, mas minha sogra me tirou de ideia, ela não gostou. Enfim, mudei para a segunda opção, Samuel, e se for menina Mariana. Infelizmente minha gravidez era anembrionaria e tive um aborto espontâneo, criei o blog para contar minha experiência, depois passa por lá. Bjus***

    http://thalita-sermae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ah esses pitacos são muito chatos mesmo! Minha mãe sempre conta que quando escolheu meu nome, um monte de gente veio dizer: "ai que nome horrível! Parece nome de bichinho de estimação!" ou "Ai que esquisito! Porque você não põe Maria Eduarda?" Ela ficava muito braba! Fica até hoje, quando conta! hehehe Mas, ela não mudou de opinião e me nomeou Sâmia. E eu amo o meu nome. Amo porque é diferente, bonito e tem um significado lindo: nobre, sublime. Sem contar que a maior bailarina de dança do ventre do mundo, chamava-se Sâmia.

    A propósito, Valentina é um nome lindo. Eu até cheguei a pensar nesse nome para uma futura filha, em homenagem ao meu tata que chamava-se Valentim, mas depois acabei optando por nomes indígenas (Sou igual a você, já penso no nome do bebê antes mesmo de engravidar, e tenho opções tanto pra menino quanto pra menina hahaha) beijo!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)