quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Carta à minha fonte de luz

Meu amado bebê,
você não mora mais aqui na minha barriga, mas queria te dizer umas coisas, mais uma vez.
Muito obrigado por ter me escolhido como sua casinha neste tempo que precisava aqui na Terra. Mesmo que tenha sido por pouco tempo, você me ensinou coisas das quais eu nunca vou me esquecer, jamais. Poder ter amado você nos fez um bem enorme, saiba disso. Seu pai e eu dedicamos um espaço enorme em nosso coração pra você morar, desde que soubemos da sua presença. E é um espaço só seu, sempre será.
Quero acreditar que foi uma ajuda mútua.
Você nos ajudou. Nós te ajudamos.
Se você precisava de mais amor, se precisava sentir todo o nosso bem querer e bons pensamentos, fico feliz em saber que cumprimos isso. 
O bem que você nos trouxe quase não dá para mensurar, de tão grande. De tão intenso.
Hoje eu sou uma pessoa muito melhor do que antes, e preciso te dar os créditos por isso. Estou até organizando um texto inteiro dedicado à tudo que aprendi com você, porque é muita coisa mesmo.
Me desculpe por não ter tido forças para ver o seu corpo físico. E muito obrigado por ter escolhido sair de mim de forma tão suave e até discreta - do mesmo jeito que chegou, não foi? Talvez fosse para ser assim mesmo, talvez fosse um acordo nosso: eu esperaria o seu tempo e você sairia de cena sem grandes despedidas. Um ajuda mútua, já disse que acredito nisso?
Tem uma parte minha que queria muito que você estivesse aqui ainda. Sinto muita saudade de você, muita. Mas preciso me lembrar constantemente que não posso ser egoísta, você cumpriu a sua missão e teve que partir - você era fonte de luz, virou a nossa bolota, e agora é fonte de luz de novo - uma luz forte, que nunca vai se apagar. O Papai do Céu nunca erra nas contas, meu bem, Ele é mesmo bom nisso, é o Senhor do Tempo (tem até uma música sobre isso) - então, se você voltou a ser luz é porque, no relógio da Vida, os ponteiros assim determinaram. 
E eu tenho me apegado tanto à ideia de que você só veio mesmo para nos ensinar, que nem ao menos soubemos se você seria ele ou ela.  Não te chamamos por um nome, nem criamos expectativas sobre a sua vidinha aqui fora. Das pessoas da família que tentavam adivinhar isso (e eles sempre acertam essas coisas), ninguém nunca conseguia dizer, e você se foi antes que soubéssemos. Hoje eu entendo o porquê de você não ter deixado que soubessem - você não era o futuro, você foi o nosso presente. Tempo presente. Presente para toda a vida.

Finalizo essa carta com a certeza que você terá acesso à ela, porque cada palavra veio exatamente de onde você está em mim agora. 
Sinto que você cuida dos nossos corações - meu e de seu pai - e começo a vislumbrar, enfim, que era mesmo aí que você tinha de estar.


Todo o nosso amor,
mamãe e papai.


A primeira vez que eu postei essa foto, disse que era você disfarçada de luz do sol.
Hoje não é mais disfarce.

28 comentários:

  1. Sem palavras Mari!
    Linda carta, tenho certeza que seu anjinho não só lerá como guardará no coração cada uma das suas palavras!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, Má!
      Todas as mensagens de força que você mandou com certeza me ajudaram muito, obrigado mesmo.

      Beijos!

      Excluir
  2. Chorei.

    Chorei porque sei da sua dor e do seu amor, mas também não sei, porque são só seus. Como é sua toda essa força que eu só posso admirar.

    É dificil. Mas quando amor é fácil, né? A saudade dói, mas vai melhorar. Se precisar de colo, ombro, ouvidos ou silencio, estou aqui, tá?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Loroca, obrigado pelas palavras, amiga!
      É uma dor conjunta, mas só minha, entendo o que você quer dizer...
      As coisas estão melhorando com o passar dos dias, graças a Deus e à força que vocês têm me dado aqui pelo blog - não tenho palavras para agradecer.

      Beijos!

      Excluir
  3. Lindo!!
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ai que lindo, Má, que lindo....

    Não se sinta mal *nunca* por não ter visto o bebê, não ter pegado no colo, não ter aninhado, pq, afinal, como vc disse, o SEU bebê não estava mais ali, já tinha virado fonte de luz.

    Linda a sua carta. Linda. Emocionante, arrepiei.

    Que Deus continue te abençoando e dando forças.

    Um grande beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo, Dani: no meu coração, eu entendi desde o momento do ultrassom que o meu bebê já tido ido.
      Ficou só as coisas lindas que aprendemos - e muita saudade também.

      Amém, minha amiga. Amém muitas vezes!
      Muito obrigado por tudo...

      Beijão!

      Excluir
  5. Oi Mari...

    Nunca comentei aqui, mas te acompanho desde o início do blog.
    Sinto muito pela sua perda, de verdade.
    A todo momento venho aqui para ter notícias de vcs e torço para que esteja melhor.
    Rezei muito por vc e por toda sua família, incluindo Bolota.
    Que Deus te dê muita serenidade e cuide de vc e do Cléber. Tenham certeza de que Deus não erra, tudo tem sem tempo. Muitas vezes ficamos sem entender o pq de algumas coisas acontecerem, mas tenham fé, Ele sabe o que faz.
    Fiquem em paz !
    Um beijo grande e um abraço beeeeem apertado....
    Camila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila, obrigado mesmo pela preocupação, pela leitura, pelo carinho.
      Com o passar dos dias as coisas vão ficando um tantinho mais leves, um dia de cada vez...

      Abraço apertado, adoro!
      e comente sempre que quiser :)

      Beijo!

      Excluir
  6. Que Linda carta Flor.
    Tenho certeza que seu bebê sabe de cada palavra e sentimento que tem por ele.
    Que Deus abençoe imensamente vc e toda a sua família.
    Bjus***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Thalita!
      obrigado por todo apoio, viu?

      Beijo!

      Excluir
  7. Linda carta... Cada palavra consegue transmitir a dor e o amor de vocês por esse bebê. Que vocês continuem juntando as forças para passar por esse momento tão difícil. Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Paty, obrigado mesmo pelo apoio!
      É bem difícil mesmo, mas juntos e com tanto carinho que estamos recebendo a gente vai conseguindo, aos pouquinhos, ir superando a dor...

      Beijo!

      Excluir
  8. Linda carta! Imagino o quanto voce chorou, pois até eu que nao sou de chorar, chorei! Muita força! Sempre leio seu blog, mas nao dá pra comentar de outra forma, só anonima msm.

    Toda força do mundo.
    Débora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Débora, demorou até eu terminar essa carta, mais de um dia aliás, porque chorei mesmo.
      Obrigado pelo comentário e pelo carinho
      (não sei como resolver essa questão de comentar sem ser anônimo, sou péssima nessas coisas, mas comente sempre que quiser)

      Beijo!

      Excluir
  9. Olá Marina! Conheci seu blog há pouco tempo. E entendo tão perfeitamente a sua dor pq passei por isso há pouco tempo... Em marco perdi minha menina, Carol, com 33 semanas. Meu mundo caiu, minha primeira filha... Nossa não consegui expressar em palavras tao bonitas como as suas... Foi uma coisa totalmente inesperada e arrasadora (muito parecido com a sua tanto a descoberta do fato como o parto, tive uma pre eclampsia sem sintomas e fui no hospital por neurose de gravida pra ver se tudo estava bem e quando cheguei la o medico n conseguiu escutar o coracaozinho... Naquele momento eu ja sabia q algo ruim havia acontecido). Fiz a inducao (por causa da pressao alta) e tive depois de seis hr um parto totalmente indolor (mesmo sem anestegia), minha anjinha saiu de dentro de mim de forma tao delicada, como imagino q ela seria...O que posso te falar pra te acalentar eh q a dor e a tristeza se amenizam com o tempo... Eh como vc disse, cada dia chorando um pouco menos... Hoje a tristeza vola em datas especiais, como dia dos pais, aniversarios, etc.... No qual a gente imaginava q ja estaria com nossa filha nas nossa vidas.... A tristeza vai passando e dando lugar pra uma saudade de tudo... Ainda tenho muitas insegurancas quanto a engravidar de novo, medo de viver tudo outra vez... Sinta-se abracada e realmente sinto muito pela nossa perda, mas deus e nossas fontes de luz como vc falou vao nos dando forca pra seguir em frente... Qualquer coisa se quiser desabafar, meu email eh ranymatos@gmail.com
    Um abc
    Rany Matos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rany, muito obrigado pelo comentário.
      Nossa, deve ter sido muito muito muito difícil mesmo, eu sinto muito!
      É uma notícia que a gente não quer receber nunca, não é? Tira o nosso chão...
      Que bom saber que a dor vai diminuindo...
      Vamos, nós duas, dar tempo ao tempo, e logo a gente volta a não ter tanta insegurança, quem sabe né?
      Obrigado mesmo pelo carinho, e sinta-se abraçada também.

      Beijo!

      Excluir
  10. Que lindo. Tô sem palavras, só posso dizer que uma das coisas mais lindas que já li.
    Como sempre tu foi fantástica com as palavras.
    Parabéns por ter sido essa mãe maravilhosa pra Bolota, enquanto ela esteve aqui e continuar sendo agora que ela se foi. Agora sei, ainda mais, porque ela escolheu vocês.

    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ni, minha amiga! Obrigado mesmo por todo carinho e apoio!
      eu tento colocar tudo em palavras, porque me ajuda a lidar melhor com os sentimentos, é a minha terapia (rs).
      Que bom que a Bolota nos escolheu, me sinto abençoada - e aos poucos eu vou aceitando que ela tinha mesmo de ir...

      Obrigado!
      Beijo!

      Excluir
  11. E você segue me surpreendendo, Mari. A sua forma linda de ver as coisas, a sua aceitação do que não pode ser mudado, o amor que emana de cada palavra (aliás, isso não me surpreende. rs).
    Só posso te desejar muita luz, muita tranquilidade, muito carinho e amor... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, sua linda! Obrigado por tudo, sempre!
      <3

      Excluir
  12. Tão profundo e tão lindo. Só mesmo esse tanto de amor pra permitir que, no meio desse turbilhão, você veja todos os lindos resultados e lições desse caminho. Bolota será fonte de luz eterna, e tenho certeza de que muitas coisas maravilhosas estão reservadas pra você e para os seus.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querida!
      Amém!
      Também acredito que seja obra do amor o fato de eu estar conseguindo passar por essa dor, só pode ser...

      Beijo!

      Excluir
  13. Mari eu nao tenho blog... comecei a ler diariamente esse mundo depois que fiquei gravida e assim sigo a quase 3 anos... nunca imaginei encontrar uma pessoal tão especial como vc, nao te conheço quase nao vejos suas fotos (aqui no meu serviço maioria das imagens são bloqueadas)mas tenho certeza que vc é uma princesa "a menina dos olhos" do Senhor e que ELE anda ao seu lado sempre (respeito qualquer que seja sua religião ou crença),tem uma família abençoada que tem muito amor por vc (isso é facil de sentir) sei que o SENHOR tem reservado para vc muitas bençoes felicidades...seu tempo esta chegando.... esses acontecimentos são tristes vai passar a dor e vai ficar a lembrança bonita do seu bolotinha da sua luz.... logo vem irmaozinho dele para vc... espera um pouquinho ta so ate amanha de amanha...ai a dorzinha passa! sinta se abraçada (um abraço de urso e de macaco como diz minha pequena manu) um abraço verdadeiro e cheio de carinho de uma pessoa que gosta muito de vc mesmo a distancia!
    luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Luciana!
      Obrigado mesmo pelas palavras, fiquei emocionada com o que disse.
      Que eu saiba esperar o tempo Dele, estou me apegando muito nisso, que tudo tem sua hora e que logo as coisas hão de melhorar. Que assim seja.

      Beijos!

      Excluir
  14. Fiz uma conta agora! Afinal sou viciada em blogs maternos, o seu é um deles e quero acompanhar sua história, historia que sinto que vai ser mais feliz e leve pra voce!
    beijo!

    ResponderExcluir
  15. A 299.792.458 m/s foi a velocidade que esta mensagem alcançou para alcançar seu destino, a velocidade da luz: a própria luz. Tenha certeza que ela alcançou quem devia alcançar, e que de onde estiver sentiu o seu carinho, assim como nós aqui do outro lado deste mundo virtual sentimos toda sua verdade. Força e Fé, sempre!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)