segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

8 semanas

E então sexta-feira completei 8 semanas.
Pra já abrir com chave de ouro #soquenao, resolvi que aquele era um bom dia para realizar todos os infinitos exames de sangue que a médica havia passado. Eu já contei aqui que a médica havia proposto que eu fizesse uns exames investigativos e eu topei. Só não contei que, ao todo, contando os exames já do pré-natal AND investigativos eram 27 exames. Vin-te-e-se-te. Meu convênio encrencou com 3 e só fiz 24 (ainda bem que só 1 era dos especiais, os outros 2 eu já tinha feito da outra vez, depois pego outra guai com a médica). Mesmo assim, minha gente, 24 tipos diferentes de exame de sangue não é brincadeira, não (e sim, só contei quantos eram depois que tudo passou, ainda bem). Como sempre, marido entrou comigo e pedi pra colher deitada. Coloquei o fone (a enfermeira achou genial, haha), estiquei o braço, olhei pro outro lado e comecei a cantarolar, concentrada em me manter distante.
A música acabou, o exame não. Aí eu me toquei que a coisa era séria, porque nunca dura tudo isso. Mais metade da outra música, aí acabou - ou seja, foi uns 5 minutos diretão. Mas o Cleber teve que ficar pressionando meu braço por eternos 2 cronometrados minutos e eu não podia mexer o braço, por mais não sei quanto tempo. Ok, eu estava mesmo meio tonta, tudo que eu queria era ficar deitada. Nos deixaram sozinhos no quarto e fui melhorando. Lentamente me levantei e fui fazer o desjejum, pra depois ainda colher urina.
Posso falar? Tudo que eu queria naquela hora era a minha mãe. Mas, como não dava, fui pra casa da minha prima e passei o dia lá. Só que eu ainda estava meio lenta, meio zonza, fraca e nem consegui me alimentar do jeito que deveria, mas à noite o Cleber preparou uma janta delícia.
À tarde, minha prima saiu e fiquei sozinha lá na casa dela. Ainda estava me sentindo fraca.
De repente, comecei a pensar que, se eu estava mal daquele jeito era porque o bebê não estava bem, porque (vai vendo a neura), como eu já disse outras vezes, a gestação me deixa mais forte pra essas coisas e eu passo por elas com menos "traumas". Liguei pro Cleber e desabafei minha maluquice meu medo. Aí ele disse:
- Amor, foi um exame mais demorado, você tirou muito sangue.
- Ah é, né, amor? Pensando assim, eu até que fui forte, porque nem deu sensação de desmaio e depois ainda consegui descer bem as escadas do laboratório.
- Pois é, claro que você foi forte.
- Mas eu ainda tenho medo.
- Amor, deixa eu te contar, porque você não viu: a enfermeira tirou OITO ampolas de sangue. Quatro daquelas grandes e quatro das de tamanho normal. Depois ela orientou que você não mexesse o braço e eu tinha mesmo que pressionar, porque senão ia vazar tudo; e a agulha foi maior também. Foi sério.
- Ah, então eu tô ótima, sou muito forte, a maioral, super hiper mãezona
hahahaha

Só que no sábado eu ainda não estava 100%, provavelmente porque precisava comer mais (sim, não me matem, isso já estava sendo resolvido) e, à tarde, tive uma diarreia. Fui a banheiro, comecei a sentir um calor, minha barriga começou a doer muito. Na hora me veio na cabeça só uma coisa: fudeu, tá acontecendo de novo. Fiquei arrasada, achando que tava perdendo o baby, que tinha dado tudo errado. Demorou pra eu voltar a mim e perceber que tinha sido só pela diarreia mesmo. Domingo eu ainda estava neurótica, querendo ir ao médico. Só que não fui porque pronto socorro em fim de semana é triste, e como não tive sangramento em nenhum momento, nem nada mais, fiquei por aqui mesmo.

Decidi que vou fazer um ultra antes de viajar (vou viajar pras festas de fim de ano na semana que vem), só pra ir desencanada e tranquila mesmo. Só o fato de não ter ido hoje mesmo fazer já indica que estou mais tranquila. Realmente, acordei bem melhor - tirando os gases que resolveram dar às caras.

Barriga segue crescendo aos pouquinhos, mas ainda não tá completamente dura, acho que é normal.
Enjoos melhoraram consideravelmente. Ainda tem sonolência. Meu cabelo tem oscilado entre muito vassoura ou muito comercial de shampoo. Sem fome exagerada.

Ah, os resultados dos exames já começaram a sair, aos poucos, e até onde eu vi, está tudo bem, graças a Deus. Quando souber de tudo, volto pra contar. E conto sobre o ultra também.

Por enquanto, é isso. Rumo a mais uma semana. Que seja mais tranquila do que o meu fim de semana :)

juro, às vezes parece estar menor, mas o baby é aparecido pra foto, só pode. 

19 comentários:

  1. Que Deus te abençoe e os resultados dos exames (mais era ampola demais eu ia ficar tensa kk!!!!) bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ampola demais né, Naine? Ninguém merece, hahaha
      Obrigada pela torcida sempre

      Beijinho!

      Excluir
  2. Má,

    É normal ficar nervosa e tensa, mas ó: curte o baby! É tão gostoso e passa tão rápido. Vocês merecem momentos felizes!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô me apegando nisso, Loroca: curtir o baby! Agora eu até converso mais com ele <3

      (ainda tô emocionada com seu relato, haha)

      Beijo!

      Excluir
  3. Aii exames chatos, mas por uma boa causa amiga! Vai dar tudo certo, quer dizer, já deu :D
    barriguinha linda, coisa linda ver crescendo assim né? mantém a gente informada!

    e agora, muuuitas figurinhas pra trocar hehee to muito feliz por ti, por mim, por nós!

    beijo pros 3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já deu, já deu!! hehe
      Bebê super exibido, menina, adora uma foto, se estica todo, kkkkkkkkk
      tá uma delícia sentir a barriga crescer.

      Muitas figurinhas, iebaaa!! Tá demais de lindo isso aqui!

      Beijão!

      Excluir
  4. Heee que delicia, ta crescendo... ai exames sempre achei a parte mais chata... detesto agulha! hahaha

    Beijos boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A parte mais chatinha né, Rafa? Porém necessários, rs!

      Boa semana ai também!
      Beijinho!

      Excluir
  5. DOZE AMPOLAS???!!!
    Isso não é exame! Perguntou para que Hemocentro eles enviaram seu sangue? eheheheh
    Sério agora: dá aqui um abraço, porque quando Arthur tem medo eu dou um abraço e tudo fica lindo. Respira fundo, pensa no look para o Natal, viva o dia. Tudo vai dar certo.
    =)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, quatro ampolas grandes e quatro de tamanho normal - se fosse tudo do tamanho normal iam ser 12 mesmo. Jesus! Doei sangue e nem soube, ó, kkkkkkkkkkkkkkk

      \o/ abraço abraço!!

      por falar em look do natal, tô rezando pro vestido que eu separei pra isso ainda fechar! hahaha Oremos!

      Valeu por tudo!
      Beijão!

      Excluir
  6. Acho que é inevitável associar ao que vc passou, mas menina eu tb tive uma virose qdo completei 6 meses que achei que estava acontecendo algo com a Lorena, eu vomitava e tinha diarréia, barriga doía muito, e ficamos mais fracas mesmo afinal, somos 2 pra alimentar!!

    Se Deus quiser vai estar tudo bem com seus exames!!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Horrível isso, né Suzy?
      Verdade, somos 2, é preciso mais energia mesmo.

      Amém, há de dar tudo certo, sim :))

      Beijo beijo!

      Excluir
  7. Oi Má!

    Essa de confundir dor de barriga de diarréia com outra coisa eu tbm já fiz... minha barriga doia tanto que fiquei apavorada, depois que fui me tocar que era só a diarreia mesmo, graças a Deus nunca perdi sangue nessas 6 semanas! Acho que mãe é tudo apavorada mesmo! rsrs

    Vc é sim muito forte! Vai dar tudo certo, tenho certeza!

    beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aff, Laura, é uma dor péssima né?
      Eu também ainda não perdi sangue nessas 8 semanas, graças a Deus :D

      Obrigada pelo apoio!

      Beijo beijo!

      Excluir
  8. E esse baby aparecido pra foto? kkkkkkkkkkk! Adorei, Marina! Caramba, muito sangue tirado, hein? Também sou adepta do fone de ouvido e fechar os olhos na hora da coleta! kkkkkkkkkkkkk! Beijinhos pra vcs!

    ResponderExcluir
  9. Respira, Má... respira e curte o baby!!
    as preocupações vêm mesmo, mas joga elas fora com uma expiração profunda e corre pro espelho namorar esse baby exibido lindo!! <3

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Detesto exames de sangue!!
    mas ó, sabe que lendo isso até que me bateu uma saudadinha desse comecinho de gravidez, expectativas, medos, ansiedade...
    Curta bastante querida,
    ainda estou muito feliz pela sua gestação! :)))
    beijaoo

    ResponderExcluir
  11. Meee quanto exame meninaa
    eu acho q fiz uns 17 e achei q ja era bastante ;)
    adorei seu blog
    Bjãoooo

    ResponderExcluir
  12. Ei minha buchidinha INSPIRAÇÃO, como você está?
    E ao bebê(bebéia) baleio(a)?

    Sim, porque exibido do jeito que é, e um bebê já assim a da curva de crescimento. Hahaha :) Ah vá, deixe a Tia babar <3

    Te todo coração, eu sinto uma energia tão booooooooa vindo de vcs, parece que eu entendo vcs e vcs me entendem (mesmo nos dias nublados ou ensolarados de esperança).

    Em tempo, também casei e continuei e continuo morando com meu Pai, Minha mãe faleceu quano eu tinha 16 anos e e tive que 'conhecer' aquele homem que me dava presente nos dias de festas, que dava bronca, mas que nunca tinha me trocado uma roupa... todavia adorava encher meus cabelos de cachinhos... Hoje, eu e eu Pai samos tão cúmplices ao ponto de uma não precisar falar para o outro que está acontecendo. Meu bichinho ja´tem 82 ano - eita, as lágrimas estão ciando sobre o teclado -, mas enfim, ele é um home forte. Dirige não só um, mas DOIS carros, três se contar com o meu... Mas eu não tenho coragem de deixá-lo.

    Quando mamãe faleceu, me culpei por ter passado noites com amigas, ter saído como uma adolescente normal - na época ela ESTAVA BEM, mas na minha cabeça, eu desperdicei um dia da companhia dela -, mas sempre que ela estava doente ou precisando de mim, EU QUE CUIDADA exclusivamente dela. Fraldas, sondas, sondas, banhos.. até que um dia ela se foi.

    Ficou um buraco grande. Sou filha adotiva - e não, nunca tive tive curiosidade sobre meus genitores biológicos, meus pais são esses aqui! -, ao poucos esse buraco foi sendo preenchido pela saudade e um pouco de esquecimento...

    Quando tento lembrar do rosto dela, parece que onda de areia passa e o leva. Mas pra sempre ela está em meu coração.

    SAÚDE!!! Logo sua mãe e seu Pai estarão pajeando o neto(a) mais querido e esperado de todos os tempos. Felicidades, alegria e proteção divina!!! Estou muiiiiiiito, muito feliz por vcs!!!

    [ cher bébé bien-aimée ❥ aqui já tem alguém que torce muito por você! ]
    http://adordotentar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)