terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Minha bela novidade

A frase que vem norteando minha mente e meu coração nessa gestação é: siga seu coração. Mais do nunca, isso tem feito muito sentido pra mim, desde o começo. Desde que eu soube eu aquele seria "o" mês. Desde que eu soube que meus pés inchados não eram calor, mesmo que ainda não houvesse tempo hábil para sintomas. Desde que eu confirmei e não quis espalhar a notícia logo de cara, porque precisava de um tempo só nosso, particular.

Mas às vezes, diante de uma situação nova ou não planejada, eu tento buscar uma explicação mais elaborada para estar sendo daquele jeito. Porque não é fácil tomar uma decisão e simplesmente dizer a quem quer que seja "tô fazendo isso porque eu senti que deveria". Soa lindo em alguns momentos, mas em outros, nem tanto. Então, para não causar taquicardia nos outros, nem me desgastar com opiniões que não me apeteciam, eu tinha outras cartas na manga. Tentei não criar falsas expectativas naquele que seria "o" mês, nem sequer comentei com ninguém. Falei que o calor estava inchando meus pés (e me deixando tonta, e com moleza). Falei que precisava de um tempo pra mim antes que soltar a notícia. Nesse não menti. Eu disse, não é sempre que preciso inventar alternativas. Teve gente que acreditou ser só pelo fato do que aconteceu antes - e foi, também - mas não ia ser algo só nesse nível, não pra mim (até porque, se fosse isso, eu só soltaria a notícia sexta passada, quando completei 17 semanas). Eu não queria todas as energias voltadas pra nós naquele momento, senti mesmo que esse serzinho precisava de tempo para se desenvolver do jeito que a natureza mandou.
A verdade é que essas respostas sempre foram pros outros. Eu sempre senti o que deveria ser feito (troque o sentir por instinto, se quiser; aqui eles têm o mesmo significado), o que se passava aqui dentro, mesmo que não fizesse sentido algum pra mais ninguém. E agora, nesta gestação, isso tem se acentuado um tantinho mais.

E quando eu não entendo muito bem - às vezes por estar com os ouvidos no que se passa lá fora, ao invés de aqui dentro - eu paro. Para ouvir, para sentir, e daí então pensar e decidir o que fazer.
Aconteceu há pouco tempo.
Eu comecei a sentir um comichão de ansiedade para saber se quem me habita agora é um menino ou uma menina. Não havia tido, até então, grandes pressentimentos. Uma coisa completamente nova pra mim, devo dizer. Mas não era por isso a vontade de saber logo. Eu só queria. Não havia um motivo aparente, e me custou um pouco de tempo entender o que se passava. O ultrassom morfológico será lá pro fim de março, mais ou menos, mas eu sabia que até lá eu já queria saber. Não queria admitir e pedir uma guia extra pra médica, tanto que saí da última consulta sem guia nenhum.
Mas os dias foram passando e a vontade, que oscilava em alguns dias, começou a vir com mais frequência. E vinha muitas e muitas vezes quando eu estava a conversar com a barriga. Teve um dia que eu simplesmente senti. Quase ouvi o "plim" do instinto quando me dei conta. Estava na hora. Como numa conversa só nossa, eu entendi que podia dar mais esse passo para frente, que já podia conhecer um pouquinho mais de quem era essa pessoa, que se manteve quietinha durante todas essas semanas, e que eu respeitei. Vi que não precisava me sentir menas "culpada" por fazer um exame só pra constatar algo que podia muito bem esperar, aos olhos dos outros. Mas aos nossos, não. A nossa relação vem sendo construída lentamente, com um passo de cada vez. O próximo passo chegou e era agora. Não era em março, nem no momento do parto, assim como não foi nas primeiras semanas, diante da possibilidade de fazer uma sexagem fetal. Me despindo do que a minha razão me dizia (que seria um ultra "desnecessário"), ou do que alguns enxergavam (só ansiedade, nada mais), eu segui em frente. Mandei um e-mail pra médica, que na mesma semana deixou uma guia na recepção pra mim. E então eu marquei o exame.

E o exame foi ontem, às 13:00.
Sem planejar, nem me dar conta, foi na 17° semana. O número que marca minhas gestações.

Não fiz muuuitas brincadeiras de adivinhar o sexo, não. A maioria deu que seria um menino, inclusive a tabela chinesa e a calculadora dos batimentos cardíacos fetais. A grande maioria das amigas companheiras de luta, aqui da blogosfera, achavam ser menina.
Uma mulher que diz sempre acertar o sexo dos bebês na barriga, me disse há uma semana atrás que era menino. Outras pessoas também cogitaram o mesmo. Minha mãe também palpitou isso, apesar de nos últimos dias me perguntar que nome eu daria se fosse menina, disse pra eu pensar. Minha afilhada e minha cunhadinha, juntamente com uma prima de Minas, disseram ser menina.
Cleber não tinha nenhum pressentimento também, e estava tão tranquilo que se fosse pra saber o sexo só no parto, assim seria. Mas não deixou de me acompanhar no exame - e de ficar todo bobo com a novidade.
Eu, apesar de não ter tido nenhum pressentimento forte, passei as primeiras semanas achando ser uma coisa, depois mudei pra outra, e por fim fiquei confusa. Sonhei com ambos os sexos. Eram só achismos. Mas aconteceu um fato engraçado: diante da minha incapacidade de escolher o nome de um dos sexos, eu travei. E fiquei triste por isso, de verdade. Não sosseguei enquanto não coloquei tudo em seu devido lugar. Isso foi há umas duas semanas atrás e, depois de tudo acertado, fiquei mais aliviada e também com uma luzinha acesa na caixola.

E provavelmente esse deve ter sido o maior texto que vocês já leram para anunciar esse tipo de notícia.
Uma das notícias mais lindas de my life.
Que me fez ficar toda emocionada na sala do exame.
E depois sair ligando pra todo mundo. Além de abraçar marido a cada 5 minutos.
Mas que também me fez sentir #menasmãe, porque não consegui identificar direito o que o médico mostrava. E depois sentir raiva daquela imagem ser tão ruim (não, a culpa não foi da minha emoção, cof cof) e com receio dele ter me falado errado.
Ok, sobre bipolaridade na gestação a gente conversa depois.
Agora vocês só tem que saber:

I've got sunshine on a cloudy day
When it's cold outside
I've got the month of May
I guess you'll say
What can make me feel this way
My girl (my girl, my girl)
Talking about my girl (my girl)




                            
































E aqui fica uma foto de nós duas, com esse vestido que eu adoro mas que já não fecha mais em mim, mas quem se importa, né?! Importante é que minha menina está bem acomodada em sua casinha.


Ah, sim, o anúncio do nome da bela moça vem em sequência, aguentem só mais um pouquinho aí que eu juro que conto - e esse recado é pro mundo virtual and pro real também, contarei para todos tão logo acertar uns detalhes aqui com meu excelentíssimo marido.

36 comentários:

  1. Mari que linda e que emoção!!! Parabéns pela princesa que esta a caminho =)
    Bjus e fiquei ansiosa pelo nome hahahaaaaa
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, Mima querida!!
      Obrigadaaa \o/

      sim sim, não demoro pra contar não, pode deixar, hasuahshau

      Beijinho!

      Excluir
  2. Ah que lindo!!! Parabéns Mari!!!Uma princesa linda e cheia de luz! Muita saude p/vcs!Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Má!!
      saudade de te ler lá no blog, viu?! Como vai o Anthony fofíssimo? rs

      Beijo beijo!

      Excluir
  3. Que bela novidade!!!! Por alguns instantes cheguei a cogitar que o nome dessa bela novidade seria Bela!?! Será?!

    Parabéns Mari!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daienne
      o nome não será Bela, não. Até porque já tenho uma prima Isabella, rsrsrs
      mas já já eu volto pra contar!

      Beijos e obrigada!

      Excluir
  4. ahhhhhhhh eu sabiaaaa!!!!
    quando vc postou que sua sobrinha tinha dito q vc estava gravida e que ela sabia q era uma menininha, eu nao tive duvidas! Criancas sao muito especiais! e conforme o que eu acredito, é super capaz da sua filhinha ter avisado em sonhos pra ela que estava chegando.
    super feliz por voce! super felizzz!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/ \o/
      e ontem quando minha mãe contou que era menina ela falou, muito animada "uma menina? eu sabiiiiaaaaa!!" hahaha uma lindeza só.
      Também acredito que as crianças são muito especiais e que veem coisas que a gente já não vê mais <3

      Obrigada, querida!
      Francisco tá um gatão, dá um cheirinho nele por mim, haushuas

      Beijo beijo!

      Excluir
  5. Respostas
    1. eeeee \o/
      estamos muito felizes também, Naine!
      obrigada pelo carinho!

      beijinho!

      Excluir
  6. Tu sabe que eu adoro teus textos, mas que eu saí pulando pra chegar NA notícia, né?
    Afinal, meu palpite estava certo!
    Aaaaaaaai Mari! Que lindeza de meujesuscristinho!
    Acho que por esse teu comecinho de gestação lembrar muito o meu, acreditei na possibilidade de ser uma moçoila que nem Maluzinha.
    Desejo o que, né? Saúde e mais saúde pra essa fofa e pra mãe e pro pai e pra todo mundo!
    QUE FELIZZZZ! <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha imaginei que fosse acontecer isso!!
      E ó, eu também uso dessa tática em alguns textos, ahushasuhasua
      mas você leu a parte que eu disse que as minhas amigas companheiras de luta da blogosfera afora super sabiam que era menina? Vocêêê sempre foi uma delas, haha
      Muito bom ter confirmado isso ontem!!

      Obrigada, obrigada!!
      Dona moça e eu mandamos beijos pra você e pra Malu linda!

      Excluir
  7. Parabéns, Má!!!!
    Que Deus abençoe muito essa princesa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mari!!
      amém amém!! :D

      Beijinho nosso!

      Excluir
  8. Parabens, querida!! Ser mãe de manina é magico (talvez de menino tbm!! rsrs)
    Comigo aconteceu igualzinho o lance do nome... Todo mundo dizia menino e eu não dizia nem achava nada.. só ficava incomodada por não ter nome de menina... quase culpada... Quando "achamos O" nome, tbm descobrimos o sexo... e minha menininha ta aqui.. quase uma moça do alto de seus 4 anos!!! rsrsrs

    Agora vc vai se perder nesse mundo cor de rosa (que varia em todas as cores do arco-íris... !!) Parabéns!!!!

    Bj grande!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Martha, obrigada!! :D
      Ah, acho que vai ser divertido, hehe.

      Sério que aconteceu igual? Olha essas meninas, danadinhas, auashausa
      mas foi bem assim mesmo, enquanto não achamos o nome, não sosseguei!

      Obrigada pelo carinho!
      Beijo beijo!

      Excluir
  9. Parabéns!
    Eu também vou ser mãe de uma menininha e coincidentemente hoje pela manha ao caminho do trabalho cantarolei essa musica prá ela =)
    Estamos com 29 semanas e minha filhinha vai se chamar Violeta.
    Muita saúde e felicidade prá vcs.
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Daneca? Essa música é demaais, ushaushausa
      E Violeta era uma opção aqui também, quase foi, na verdade!
      Linda escolha de vocês :D

      Excluir
  10. Ahhh esqueci de contar, toda a vida pensei que seria mãe de uma menina, mas qdo engravidei eu sentia que era um menino.
    Na antevéspera do US eu sonhei com meu parto, estava esperando um menino, e nasceu um gatinho amarelo hahaha
    E na noite seguinte sonhei com o US e o médico me contando que era uma menina.
    O meu marido sempre soube, aliás nos primeiros dias do ciclo que engravidei ele me disse que se tivéssemos uma filha ela se chamaria Violeta <3
    Aqui a intuição feminina falhou.
    mais beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, que engraçado esse sonho!!
      na outra gravidez marido tinha super certeza que era menina também :)

      e aqui o instinto não costuma falhar, mas dessa vez simplesmente não funcionou, ou seja, dá quase no mesmo, huashauhsa

      fato é que esses bebês só se revelam quando querem, haha

      Beeeijo!

      Excluir
  11. Adoro estes textos 'segura a emoção que o melhor realmente está no final!'
    E certo que vou ficar cantarolando a música o dia inteiro (mas na versão original...rsrsrsrs).
    Lindo ler todas estas palavras e ainda esperar por mais!

    Saúde sempre!
    beijo!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anaa! Que lindo você aqui :D
      ai, eu sempre dou mil voltas pra contar uma coisa, hahaha

      Ah, também adoro a versão original, mas era essa que eu tava ouvindo por causa desse dvd do Pato Fu, haha.

      Já já vem mais, vamos esperar \o/

      Obrigada pelas palavras, viu?
      a gente se vê em breve!

      Beijo nosso!

      Excluir
  12. <3
    Oh, que delícia!
    Saúde para sua molecota!
    bjs

    ResponderExcluir
  13. AHHHHH MEU PALPITE ESTAVA CERTO!!!!!!!
    Parabéns, Má!!! *----------*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yeaahhh!!
      acertou siim!
      e vamos ver se marcamos algo mesmo qualquer dia, antes que da neném nascer, asuhasua

      Beijo!

      Excluir
  14. Parabéns!!!! Deus abençoe essa princesinha!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/
      amém, Lalah!
      Muito obrigada, viu?! ^^

      Beijinho nosso em você e na pequena Alice linda!

      Excluir
  15. Mais uma princesinha para a blogosfera, parabéns !!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma princesinhaa \o/
      estou te lendo sempre lá, viu?! já aproveito pra ir sabendo como é, rsrsrs

      Beijo beijo!

      Excluir
  16. Parabéns para as meninas!
    E não se sinta #menas nada! Você seguiu seus instintos, suas necessidades.
    Parabéns por essa paz, essa calmaria e tranquilidade, e que esse sentimento lindo siga em sua companhia.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Êêê! Obrigada, Tamires!!

      já passou a parte do #menas, pode deixar, haha.

      Obrigada pelas palavras :))

      Beijo beijo!

      Excluir
  17. Como eu sempre me identifico com você, preciso te contar que:
    1. Eu também achava que era menina;
    2. Eu também acordei um belo dia PRECISANDO saber quem era que tava aqui, não por curiosidade, e no meu tempo. Tava ali a guia do ultrassom fazia séééculos, eu podia ter usado quando quisesse, e não tinha nada decidido, se esperar ou não o morfológico. O médico me deu sem eu pedir, pra eu usar quando quisesse, e eu guardei. Não usei quando quis, usei quando PRECISEI. E foi lindo!
    3. Eu num entendi NAAAAADA da peroquita da menina! A médica mostrou, descreveu os grande lábios, o clítors

    ResponderExcluir
  18. oiii Ma!!! Parabens pela princesa viu?! vc super tem cara de mãe de menina =] Que Deus continue abençoando vcs duas =]

    ResponderExcluir
  19. Ma, estes seus posts me matam do coração!!! rs... Parabéns, uma menininha linda bem por ai,então!!!
    beijão

    http://meupequenoreidavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)