quinta-feira, 10 de julho de 2014

Carta do dia: venha no seu tempo, mas venha

Filha,
há alguns dias tenho sentido meu corpo me enviando uns sinais. Pequenas cólicas, contrações ainda sem dor, mas já mais fortes. Pequenas ondas no pé da barriga que me lembram que você está perto.
Ainda não está nada ritmado, nem nada perto disso. Ainda não é trabalho de parto. Mas a sua chegada já começou a ser anunciada. O seu tempo é mesmo muito precioso, não é meu amor? E bem diferente do meu, devo dizer. Isso causa uma pequena confusão em mim algumas vezes, preciso dizer. Porque é o seu tempo dentro do meu corpo, assim, juntinho e muito misturado, então é natural que eu me confunda vez ou outra. Ainda estou aprendendo com você. E espero poder te ensinar também. 
Eu estou entregue ao que está por vir, meu bem. Já tive medo, já quis controlar, já chorei. Acho que superei. Estou tentando me entregar. Sentir você. O que me diz, o que espera de mim, o que está acontecendo aí. 

Me desculpe se eu choro demais, mas é que tudo o que acontece dentro de mim já está começando a transbordar. Ok, talvez esteja mais para um encanamento furado, eu confesso, e por isso te peço desculpas hoje. Não quero nunca que você pense que você causou isso de uma forma ruim. É só que ser sua casa mexeu demais com as minhas lembranças e histórias. Algumas coisas eu tive que mudar de lugar, outras jogar fora. Para outras, o que aconteceu foi a descoberta mesmo. O desvendar. Você está trazendo mais luz pra minha vida, filha. E tá iluminando tudo, a começar pelo meu coração, que eu pensava já conhecer. Imagina! Ainda tenho muito trabalho pela frente. 

Confesso que estou doida para sentir as dores. Estou desejando mesmo. Porque sei que não será em vão, não será ruim. São nossos corpos trabalhando em sintonia para que possamos nos dar a luz, ao mesmo tempo. Vou sorrir quando você disser que é pra valer, que já está a caminho. 
Estou sentindo vontade de ter aqui fora. É uma delícia sem precedentes te ter aqui dentro, um segredo só meu, só eu sei como é te ter aqui, parte de mim. Mas não posso te prender para sempre. A liberdade é uma das coisas mais belas do nosso mundo, quero que você venha aqui ver com seus próprios olhinhos. Quero que você veja tudo que a natureza é capaz de produzir, todo o segredo que guarda em cada feito, mas nos dá tudo de presente, para que possamos aproveitar do jeito que melhor nos for. Quero que você sinta o vento no rosto numa viagem de carro, e andando a cavalo, e correndo no parque, e pedalando uma bicicleta. Quero que respire profundamente diante de uma bela paisagem. Quero que escute o som do mar. Que ouça o silêncio do seu coração. Quero que sinta o gosto da vida aqui fora, linda e plena, que você construirá em cada passo. Que você seja capaz de enxergar as coisas boas do mundo, apesar do que nos dói. Que dance. Que suje. Que bagunce para depois arrumar (pode ser uma boa terapia). Que vá. Que volte. Que erre. Que gargalhe. Não deixe de chorar. Que cultive o frio na barriga. E que tenha em quem se aquecer. 
Quero aprender enquanto te ensino. E te ver construindo e inventando suas próprias verdades, enquanto eu refaço as minhas. Nós vamos viver muitas coisas juntas, filha. Mais do que já estamos vivendo - muito mais. O parto será apenas uma porta para o que nos espera. 
Seu pai e eu estamos te esperando. Pode vir no seu tempo, mas venha. Porque nós te amamos muito. E o amor não conta as horas, mas também tem pressa.


com muito amor,
mamãe.


                    

20 comentários:

  1. Delicia chegar aqui e ler um post recém saído do forno. Marina conheci este espaço à pouco tempo e ontem fazendo uma leitura aqui sobre o caminho que vão seguir com apequena repensei o caminho que irei traçar e estou tratando já com a minha pequena. Obrigada por textos tao lúcidos e q me trouxeram de volta qd a rotina e dias difíceis ofuscam um pouco nossos ideiais para com nossos pequenos. Agora falando sobre este monento mágico q estás vivendo, tenha calma e respire, há pouco mais de um ano vivia esta deliciosa misteriosa espera, e agora estamos aqui eu e minha pequena deitas na cama. Uma ao lado da outra. Como eu tanto sonhei. Apenas respire e entregue-se mais ainda. Bjos de luz à vc e Agnes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, muito obrigada por essas palavras lindas. Quantas vezes me perguntei se postava ou não sobre algum assunto aqui no blog, é muito bom quando leio que fez sentido na vida de alguém, que acrescentou alguma coisa.

      Estou aqui respirando e esperando pela minha pequena, daqui a pouco ela já estará aqui, não é? :D

      Fui lá conhecer seu cantinho, seja bem-vinda ao mundo da blogosfera!! \o/

      Beijo nosso em vocês!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina Marina, escrevi com muito carinho. Pode continuar escrevendo e postando confiante, todos os textos que li fizeram muito sentido sim. Claro que sim!;) daqui a pouquinho! Aproveita e descansa enquanto isso! ( odiava qd me diziam isso) mas é muito válido. Um dos únicos pitacos verdadeiros. :) Ah! Obrigada por ter ido lá. Espero fazer de lá um espaço bem bonito tb. Bjooo grande nosso tb

      Excluir
  3. Ai que delícia de textooooooooooo!!!
    Que delícia, Má. Que final lindo, arrebatador.....
    Imagino como deve estar sua cabeça, suas emoções....

    Mas te digo algo: vc é minha guia mestre de tranquilidade. Quero ser igual a vc quando eu estiver com 39 semanas. Senti uma paz em estar contigo aquele dia, como se vc estivesse com 14 semanas, uma delícia de conversa, uma energia boa.....
    Agnes já transformando a vida de quem está relativamente longe... como me agradou estar com ela....

    Deus guarde e guie. Tudo será lindo como vcs merecem.

    Beijos enromes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Dani amada! Muitíssimo obrigada pelas palavras lindas!
      Dona Agnes tá transformando mesmo, porque com certeza tem "dedo" dela nessa minha tranquilidade. Que lindo que você sentiu isso <3
      Amamos que você, Lalá e Helena vieram aquele dia, foi muito bom mesmo!!

      Amém, amém!!

      Beijo grande!! E até breve ;)

      Excluir
  4. como vc tem o dom de por em textos sentimentos,sensações,emoções,alma lindo de se ler realidade misturada bjoss Deus abençõe seu parto e te de uma boa hora .Amo seus textos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paloma, super obrigada pelas palavras e por tanto carinho. Mesmo!!
      Amém! <3

      Beijinho!

      Excluir
  5. Li aqui, esparramada no sofá, alisando a pança e me identificando. Linda carta chama-bebe. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até vi a cena :D
      Já já estaremos slingando juntas, eeeee \o/

      Beijo beijo!

      Excluir
  6. Respostas
    1. \o/ \o/
      #veeem!

      Obrigada, De! :D

      Beijo beijo!

      Excluir
  7. "nos dar a luz" - que imagem mais linda do parto!!!
    E que linda carta, que lindo futuro as espera!!!
    Eita, momento delícia!!

    Um beijo em vc e outro na barriga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3
      Momento super delícia, né Gabi!! Tô feliz!

      Beijo nosso em vocês!

      Excluir
  8. Marina, cada palavra sua carrega tanta emoção, tanta doçura. Desejo a voce muita saúde pra viver intensamente isso tudo que já sabe que virá. Agnes foi muito esperta em te escolher como mãe viu?
    Tá chegandooooo....ai ai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Luciene, quanto carinho recebo de ti! Obrigada sempre, viu?
      E tá só que chega essa hora mágica, ai que legaal! hehehe

      Beijo grande!

      Excluir
  9. princesa marina seu presentinho ta chegando!
    muita paz muito saude muito amor! so isso que te desejo!
    e claro um abraço de urso (da minha pequena manu)
    luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras e bons desejos, Luciana!

      Abraço de urso nosso pra você e pra Manu! :D

      Excluir
  10. Ô ccoisa linda! Te admiro Marina!
    Esse florzinha aí dentro tem uma soooooooooooortee!!
    Tá chegando a hora... Bom parto, prepare-se para viagem mais louca da sua vida que serão essas horas. É assustador, mas é muito gostoso, uma transformação sem tamanho. Parece que a gente só vive mesmo, depois disso.
    Te espero do lado de cá, e fico contente de saber que o mundo recebe mais uma mãe consciente e maravilhosa. Venha cheia de luz, trazer a luz da sua filhotinha no mundo.
    Lembro de quando você publicou que sua sobrinha (era sobrinha ou minha memória tá falha?) tinha dito que tinha conversado com a sua filha, que seria menina e as outras pessoas achavam que era menino. Eu comentei que acreditava que era menina, que as crianças tem uma visão muito maior e uma sensibilidade muito mais apurada que nós. Ela estava certa, não é?
    Imagino sua filhota e sobrinha conversando enquanto ela ainda nem tinha nascido. Que coisa mais linda. Que família linda! Vocês serão infinitamente felizes!
    E que esse mundão louco ainda permita que nossas famílias se esbarrem por aí! <3

    Beijo enorme!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwnnn, Morgana! #morri aqui com as suas palavras!! *----*

      Sim, minha sobrinha/afilhada dizia que era menina, disse até mesmo antes de eu contar que estava grávida, veja só que coisa! haha. As crianças são muito iluminadas mesmo, também acredito muito nisso!
      (O povo parou de falar que era menino depois do terceiro exame mostrando que era menina, tiveram que se conformar, hahahaha :P)

      Ebaaa, me espere, sim, desse lado do portal, daqui a pouco eu chego! Vai ser lindo poder contar com o apoio e a parceria na caminhada de tanta mãe que eu admiro, no caminho da maternagem ativa.

      Ainda nos encontraremos, com certeza - vamos fazer isso acontecer ;D

      Beijo grande!

      Excluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)