segunda-feira, 7 de julho de 2014

E aqui estamos nós...

... 38 semanas e 3 dias depois, esperando a pequena Agnes dar o ar de sua graça nessas bandas de cá do mundo.

- arrumar todas as roupas: checked
- arrumar as malas (e desfazer e arrumar de novo - adoro arrumar malas!!): checked
- mudar os móveis do quarto de lugar 50 vezes até decidir como ficar: checked
- receber duas amigas em casa: checked
- entrar no meu casulo e ficar isolada do mundo todo: checked
- ir respirar na Praça do Por do Sol (um dos meus lugares favoritos nessa cidade): checked
- passar a manhã no parque: checked
- andar pela Vila Madalena conversando com o Cleber, depois de irmos numa sorveteria, como adoramos fazer: checked
- Show do Jeneci e show da Tulipa no sesc - com o combo de ter amigos por perto: checked
- arrumar as lembrancinhas para as visitas: checked
- namorar e aproveitar o marido: checked
- dormir tarde e acordar tarde durante a semana: checked
- comer pastel de feira delícia: checked
- ler algo que não seja sobre maternagem: checked
Ainda não fui ao cinema, mas acho que é porque não tô com muita paciência pros filmes que estão em cartaz. Então fico com os filminhos em casa mesmo.

E é isso. Acho que as coisas que me propus a fazer nessa reta final eu já fiz e/ou estou fazendo, na medida que a vontade vai surgindo e o tempo colaborando. O que não fiz foi porque simplesmente não estava a fim, simples assim.
Agora talvez esteja querendo aparecer uma pontinha de ansiedade. Na verdade é um sentimento meio doido porque, como eu já disse, realmente tô adorando essas prenhice toda, haha. Só que agora estamos a termo, né, então é aquela coisa "ah, sim, ela pode chegar até os primeiros dias de agosto, tem tempo ainda". Pausa pra lembrar do outro lado da moeda. "Mas se ela quiser chegar agora, hoje, tudo bem também, pode vir". Ou seja. É uma expectativa gostosa - até o momento, pelo menos. Eu prefiro usar o termo frio na barriga, que é mesmo o que tá rolando, porque falar ansiedade traz uma conotação quase ruim. Explico.

Hoje em dia, com todo esse papo de vizinha pitaqueira de que "passou da hora", "conheço um  caso em que a mãe esperou demais e (...)" e tudo isso que a gente já conhece bem, temos que bater firme na tecla de estender a data provável, esperar todas as semanas possíveis, etc e tal. E preparar nossa cabeça pra isso também. Pode demorar, sim. Pode ser depois do esperado, sim. E tudo bem.
Eu me preparei pra esse momento, acho que por isso tô tranquila agora. Porque confio no meu corpo, no tempo da Agnes, na fisiologia do parto. Só que a coisa tá virando uma faca de dois gumes, porque se eu comento que estou sentindo uma colicazinha, ou que ela está mais baixa, já querem minar isso em mim, achando que estou ansiosamente louca pra chegar logo. Acho ótimo não apressarem as coisas, medicalizar tudo, claro que sim. Por outro lado, é quase como se só fosse aceitável um sintoma de pródromos depois das 40 semanas. Só que não, né. Se a gente fala tanto de respeitar o tempo da natureza, de que ela pode vir quando ela quiser... pode ser agora, sim, ora pois. Deixa a menina decidir sozinha, que coisa chata!
Confesso que, por uns dias, eu nem queria sentir nada, só pra não ouvir essas coisas.
Calma, gente! Tá tudo certo aqui.
Eu entendo que, em geral, as gestantes são muito ansiosas, ainda mais agora no final. E acho que não estão acostumados a encontrar alguém que fala em voz alta, assim como eu, que sim, tô gostando disso, tá legal, não tenho urgência. Mas poxa, é o meu momento; não é hora de falar o que querem ouvir, ou fazer cara de alface, ou algo do gênero. Eu nunca imaginei que estaria assim a essa altura do campeonato, não tem como programar. Mas é o que tá rolando.

E sim, "já" estou sentindo alguns sinais. Se compartilho isso é porque acho lindo esse funcionamento todo, porque estou conectada comigo e sinto meu corpo trabalhando. Não quer dizer que eu anunciei que estou parindo nos próximos 30 minutos. Aliás, recordando aqui, eu "senti" que iria engravidar antes mesmo de ovular. Se eu dissesse, lá no começo de outubro, que sentia que ia vir outro bebê, to-do mundo falaria que eu estava surtando e que tinha que controlar a ansiedade. Mas eu sentia. E esperei o tempo certo das coisas rolarem. Portanto, se eu digo hoje que eu sinto que a Agnes está perto de chegar, não quer dizer nem que tô marcando minha eletiva, nem que já tô no expulsivo. Só quer dizer que alguns sinais ela já me envia, mas o dia exato, como sempre, é ela que sabe. E tudo bem.
Eu quero que ela chegue, claro que quero - tô doida pra ver seu rostinho, sentir seu cheirinho e todos esses clichês super verdadeiros na vida de uma mãe. Estou aqui fazendo minha parte. Sentindo, achando lindo, curiosa. Demorou, mas eu aprendi a viver um dia de cada vez. Tô fazendo isso agora - e está sendo ótimo!

Solzinho de inverno na pança na nossa manhã no parque, semana passada.

7 comentários:

  1. Que pança mais linda essa!! =)
    Tão bom saber que tudo tem seu tempo... a gente vive mais feliz assim!

    Beijo pra você.

    ResponderExcluir
  2. Marina que Agnes venha no tempo dela e que Deus te de uma boa hora.E que tudo aconteça a maneira Dele bjoss.

    ResponderExcluir
  3. Morri nessa foto linda!!!
    Má, te entendo completamente! No meu final era igual, as pessoas parece que não acreditavam que eu tava tranqüila, ou projetavam a própria ansiedade em mim, sei lá...
    Eu adorava reconhecer os sintomas, brincava de cronometrar as BH's, tudo nesse clima de "curtindo a natureza funcionando"... O que é bem diferente de uma amiga que ia ficando ansiosa e a cada novo sintoma corria pro grupo do fb pra perguntar se podia ser considerado pródomo ou ainda não... O que eu dizia pra Sil era "que diferença faz saber que novo tem ou ainda não tem? O legal é sentir e curtir cada diferença, cada novidade..."!
    Mas oh, tb não acho que a Agnes fica aí dentro até agosto, não, viu?!? rs

    Ah! Pega um cineminha de despedida que vale a pena!! rs

    Beijos nas duas!

    ResponderExcluir
  4. Tão boa essa fase. Em que já dá saudade da barriga, mas a vontade de conhecer o bebê é enorme. Mas sem pressa, no tempo dela. Voce está certíssima. E que barriga linda. Voce está linda, radiante !!!! Não nos deixe sem notícias. Volte pra fazer o relato assim que possível e coloque pelo menos um 'Nasceu !!!!' no face pras tias da Agnes que acompanharam toda essa trajetória linda. Desejo tudo de bom pra voces !

    ResponderExcluir
  5. Tão bom ver vc assim feliz Agnes sera mt bem vinda e amada amo listinhas como foi bom preparar a chegada do meu filho e depois fica melhor ainda, arrumar tudo e ele no seu caso ela ao seu lado bjs detalhe que bom que vc consegue comer pastel morria de enjoo só de sentir o cheiro kk bjs mta saúde foto linda!!!

    ResponderExcluir
  6. Que delícia... Que momentos mágicos e é muito interessante ler seu ponto de vista. Aproveite cada momento.
    Beijo.

    http://antesdopositivo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. LInda!!!
    E ó, não foi tentante, mas não escapou da maldição do "relaaaaxa". hahahahha Espero não ter q passar por isso de novo no final da gestação, pq ninguém merece! rsrsrsrs
    Tá muito linda, já falei?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma família feliz :)